Articles

Política Sexual de Kate Millett: 40 anos depois

o livro de Kate Millett Política Sexual foi fundamental para o desenvolvimento do movimento feminista da segunda onda. Foi considerado muito importante tanto pelas feministas na época quanto pela mídia. A revista Time rotulou Millett como o Mao Tse-Tung da libertação das mulheres, mas o livro não é tão conhecido hoje quanto se poderia esperar para um trabalho que teve tal impacto. Neste artigo, procuro remediar a negligência da Política Sexual. Eu examino o problema de por que seu trabalho foi enterrado e sugiro que a principal razão foi o desenvolvimento de uma política feminista pró-sexo na academia. Millett demonstrou a importância da prática sexual na subordinação das mulheres, mostrou que o sexo era político. Ela mostrou como os intelectuais da esquerda masculina da década de 1960 escreveram o famoso erotismo que tratava as mulheres como objetos repugnantes a serem violados. Ela descreveu muitas das idéias misóginas nesses trabalhos que formaram o estoque no comércio da indústria pornográfica muito lucrativa que se desenvolveu nas últimas décadas. Eu argumento que seu trabalho deve ser visto como um progenitor de campanhas anti-pornografia posteriores e considerado com o respeito concedido a outros teóricos sociais significativos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.